top of page
Buscar
  • Foto do escritorEditora Pendragon

Talk Show do Dragão estagiário


Talk Show do Dragão estagiário. Entrevista com o autor Thiago Gonçalves e a ilustradora Ana Clara Miranda da Saga Illuria






Vocês sabiam que o Ed Sheeran tem esse nome em minha homenagem? Bom, mas isso não vem ao caso, pois está começando o talk show do seu estagiário preferido, onde são feitas as perguntas relevantes que o povo realmente quer saber sobre os lançamentos da Editora Pendragon!


Nossos convidados de hoje são o autor Thiago Gonçalves e a ilustradora Ana Clara Miranda do livro Illuria: O Orbe Mágico, que está em pré-venda na nossa loja.

Sejam muito bem-vindos e parabéns pela publicação! Deve ser incrível fazer isso em casal. Pra começar, pelo que vi, a história gira em torno de um orbe. Isso quer dizer que a história está em órbita?





Hahaha. Podemos dizer que a história “orbita” em torno de 6 personagens, mostrando o ponto de vista de cada um. E um desses seis tem consigo o Orbe Mágico.


Se um estúdio quisesse adaptar o livro para uma peça de teatro de marionetes, vocês aceitariam?


Eu aceitaria imediatamente, adoro fantoches, hahaha. Mas ia querer participar do roteiro e quem sabe fazer algumas vozes, kkkk!


O necromante da sua história sofre com os ossos do ofício?


Hahahaha. Definitivamente! Não só por ele ter mais de 500 anos, mas também porque acumula muitas responsabilidades em si, ao invés de delegar. Malaquias está perdendo a confiança nos mortais.


Qual a maior loucura que você pensou em colocar no livro, mas (graças ao Dragão Ancião) não entrou na versão final?


No RPG no qual Illuria se baseia, os protagonistas faziam loucuras em todas as tavernas em que passavam, hahaha. Eu mantive essa característica em apenas um personagem (Mak), e foquei em outras características nos demais.


A história conta com a perspectiva de seis personagens. Qual deles convidaria os outros a fazerem cosplays do sexteto sinistro?


Certamente seria Mak a fazer esse convite, mas muito provavelmente ninguém aceitaria, hahaha. No entanto, um outro personagem chamado Mias seria perfeito pro papel de Mystério!


Você já criou um personagem inspirado em alguém de quem você não gosta e matou ele de forma cruel?


Nossa, hahaha, não, nunca fiz isso. Meus personagens geralmente são baseados em pessoas que eu gosto e admiro. Infelizmente, mesmo os que morrem de forma cruel. 😬


Na sua história um dos fenômenos que acontece é a migração de monstros. Aí te faço a pergunta: um monstro sozinho faz verão?


Aí vai depender do monstro. Alguns conseguem fazer até um inverno sozinhos, hahaha. Como é o caso do Labatut, uma das lendas do nosso folclore que tentei adaptar para a história.


Pergunta para a Ana, qual character design foi mais difícil de desenvolver? E das ilustrações que você fez, qual sua favorita?


O character design mais difícil de fazer foi do Ishnar, porque suas vestes possuem muitas estampas e p conta das vestimentas que eram bem estampadas e precisavam de muitas estampas, mas ao mesmo tempo parecerem "finas".


Ainda para a Ana, se uma imagem vale mais que mil palavras, você acha que escreveu mais que o Thiago? (Polêmica!!!)


HAHAHA, prefiro pensar que "solidifiquei" as palavras que já existiam, hehehe.


Ana, conta para gente, aqui nos bastidores, qual a melhor cor pra usar quando se pinta sola de sapato suja de musgo que tomou 3h15 minutos de sereno?


É toda uma gama do verde ao marrom, mas ainda bem que é só a cor que aparece, porque o cheiro...


Falando das ilustrações, quais as favoritas de vocês?


Thiago: Do primeiro livro, a minha é a do Capítulo 4.

Ana: Como disse lá no começo, gosto muito da última com todos mas a primeira tem um carinho especial ❤️


Se o Orbe do livro de vocês roubasse dos ricos para dar aos pobres, ele seria um Orbin Wood?


Hahahaha, com certeza! E se fizesse várias piruetas e lutasse com um sabre de luz, seria o Orbin-Wan Kenobi, kkkk.


Se o Pansha tivesse escrito o livro, o que mudaria na história?

Se o Pansha tivesse escrito o livro, não haveria livro, hahahaha.


Você já teve bloqueio criativo? Qual a coisa mais absurda que você já fez para sair dele?


Já tive, sim, inúmeras vezes. Acho que a mais louca foi pedalar 150km até uma cidade vizinha, pra ir em uma praia bonita que tem lá. Fiquei dois dias na praia lindíssima e nada da inspiração voltar. Pedalei os 150km de retorno, cheguei em casa e me dei conta que havia escrito um diário de viagem inteiro dessa maluquice aí. Boom, desbloqueou na hora.


Dê um spoiler sem contexto do livro:

Hahaha, isso é fácil, porque esse é um livro de spoilers. As histórias ocorrem separadamente, mas dão spoilers umas das outras. Causa uma sensação curiosa em quem está lendo, deparar-se com uma menção a algo que aconteceu em outra das narrativas. Mas aqui vai um spoiler misterioso: duvide de todos, as aparências enganam!


E por último, mas não menos importante, conte para os leitores uma fofoca sobre algum dos personagens da sua história:


Ih, tem muitas, haha! Direi somente que tem bastante gente ali em conflito; alguns com o mundo, outros consigo mesmo.







Thiago Gonçalves

Autor Pendragon

Link para comprar o Livro

29 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

留言


bottom of page