top of page
Buscar
  • Foto do escritorEditora Pendragon

Talk Show do Dragão estagiário. Entrevista com o autor Danilo Umeda do livro Distrito das Sombras


Eu me ofereço como tributo para apresentar esse TalkShow que conta hoje com a presença ilustre de Danilo Umeda, autor de Distrito das Sombras, que irá responder apenas perguntas relevantes sobre o livro! Seja bem-vindo e parabéns pela publicação!





Para começar, uma pergunta sobre questão de saúde: existe uma epidemia de rinite no Vale das Espirradeiras?


Existe sim. O Vale das Espirradeiras é uma metrópole que não para de crescer e se modernizar, o que significa que sempre tem obras e reformas acontecendo e o poeirão é inevitável.


Se uma companhia quisesse adaptar o seu livro para uma peça de teatro Noh (aquele teatro de máscaras japonês que é todo cantado), você aceitaria?


Acredito que o processo de adaptação seria trabalhoso, já que as criaturas que o livro retrata não podem cantar. Por outro lado, as máscaras deixam qualquer história muito assustadora (e isso é algo bom). Com certeza seria algo interessante de assistir e eu aceitaria.

Na história há várias criaturas disformes e sem rostos, isso faz com seja impossível elas terem uma conversa cara a cara?

Infelizmente não tem como elas terem uma conversa cara a cara. Contudo, elas podem se comunicar por WhatsApp (ou outros aplicativos) e simular o nosso modo de vida com relativa fidelidade.


Qual a maior loucura que você pensou em colocar no livro, mas (graças ao Dragão Ancião) não entrou na versão final?


Em algum momento, cogitei a possibilidade de encerrar a história sem responder algumas das questões e sem mostrar certos desdobramentos. Então, eu refleti e concluí que tal decisão poderia causar a ira dos leitores, o que me fez mudar os planos a fim de preservar minha integridade física.


O livro se passa em um país super desenvolvido, isso significa que eles finalmente desenvolveram os cadarços que se amarram sozinhos?


Não só se amarram sozinhos, como também é possível personalizar o formato do laço, adicionar luzes LED (função ainda em testes) e eles ainda emitem um alerta sonoro quando o usuário tenta tirar os sapatos sem dar o comando para derramá-los antes.

Você já criou um personagem inspirado em alguém de quem você não gosta e matou ele de forma cruel?


Nunca criei um personagem inspirado em alguém que não gosto, pois eu não teria interesse em fazer esse tipo de homenagem. Mas, se fizer isso, vou garantir que esse personagem tenha rinite e seja habitante do Vale das Espirradeiras.


Um grande segredo está prestes a ser revelado sobre as criaturas que habitam o Vale das Espirradeiras. Você diria que a temática do livro é a fofoca?


Eu diria que a temática do livro é uma fofoca não contada, que deu origem a uma série de fofocas mal contadas e, no fim, chegamos à constatação que todas as fofocas são verdade, só depende do ponto de vista.


Qual o melhor tipo de incenso para sair do bloqueio criativo?


O tipo não importa muito, mas recomendo comprar um incensário que tenha formato de dragão, a fim de realizar o ritual de invocação de algum dragão ancestral e pedir para que ele te desbloqueie.


Liste pra gente seu top 3 tipos de espirros.


1) Um espirro escandaloso (mas com classe), pois é de bom tom alertar as outras pessoas, com clareza, de que elas devem manter o distanciamento social.

2) Um espirro que “resolve o assunto” de vez, pois é deselegante espirrar mais de uma vez consecutiva.

3) Aquele que sai justo na hora que você está se escondendo de um serial killer (esse apenas para os outros).


Dê um spoiler sem contexto do livro:


Há uma comprovação de que seres humanos não sabem voar.






Danilo Umeda

Autor Pendragon

Você pode adquirir o livro pelo link:

33 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Kommentare


bottom of page