TAG: 5 Nomes que influenciam a minha literatura - Robson Gundim

July 29, 2016

 

Marcos Rey – Foi o primeiro escritor que eu li, e muito provavelmente um dos maiores nomes da literatura nacional que me influenciou. Alguns de seus livros (Sozinha no Mundo, Um Cadáver Ouve Rádio, Bem vindos ao Rio, etc), lançados pela editora ática nos anos 80, eram acompanhados por ilustrações fantásticas que despertaram em mim o anseio de escrever e ilustrar meus próprios livros.

 

Agatha Christie – A rainha do crime é simplesmente a minha escritora favorita. Eu a descobri através do incrível romance O Inimigo Secreto, seguido por Sócios No Crime e O Caso dos Dez Negrinhos (um dos melhores livros que já li na vida). Desde então, não parei de acompanhar as obras da autora, que são carregadas de muita emoção e conhecimento.

 

Castlevania – Uma série de jogos dos anos 80, que despertou em mim o desejo de ler o livro Drácula, do Bram Stoker. O enredo, a atmosfera sombriamente fantástica e o folclore romeno me inspiraram a escrever os meus primeiros livros, Uma Odisseia Além do Oceano e Nos Montes da Inocência, que também contam com a influência do Robert Louis Stevenson, James Fenimore Cooper e Jim Harrison.

 

Quentin Tarantino – Um dos mais notórios e influentes cineastas da nossa geração. Conheci o trabalho do Tarantino em 2003, no lançamento do seu quarto filme, Kill Bill. Naquele mesmo ano, me vi obrigado a procurar todos os trabalhos do cineasta. A cada roteiro e projeção, me vi cada vez mais fascinado pela sua versatilidade e genialidade. Em sua homenagem, escrevi Sacanas do Asfalto e Vanishing Point. Sem dúvidas, Quentin Tarantino é um dos combustíveis que ajudou a engrenar o meu processo criativo. 

 

HP Lovecraft – Howard Philips Lovecraft é, na minha opinião, o melhor escritor da literatura de horror de todos os tempos. Após tomar conhecimento das obras lovecraftianas, o terror se tornara um dos meus gêneros literários favoritos. Obras que me influenciaram: O Chamado do Cthulhu, Nas Montanhas da Loucura, A Sombra de Innsmounth, A Estranha Casa Entre as Brumas e Dagon. Com o passar dos anos, após escrever livros de aventura, drama e ação, tomei a iniciativa de fazer algo totalmente voltado para o terror. O livro Enquanto Eles Não Vêm, escrito por mim entre 2012 e 2015, é uma homenagem ao estilo único do Lovecraft.

 

 

 

Please reload

Colunas
Posts Recentes